segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Um ano depois

Pois é, um ano se passou desde que resolvi pendurar as chuteiras. Até aqui tenho cumprido os objetivos estabelecidos quando tomei essa resolução (leia aqui e aquie não me arrependo nadinha dela.

Só para registro, com relação ao cuidado com a saúde, informo que perdi nesse período 8,6 kg, ou seja, mais de meia arroba. Era para ter sido mais. Depois de um início muito promissor, deu uma estabilizada nos últimos meses. 


Para melhorar isso, preciso fechar mais a boca, pois as atividades físicas vão bem, obrigado. Caminhei 1.329,4 km (sim, eu anoto), o que dá uma média de 5 km por dia, cinco vezes por semana.

Acordo na hora que me dá na telha (nunca é muito tarde, pois meu sono é leve e os barulhos matinais são pesados) e me levanto bem depois, após espreguiçar bastante. Isso também é muito bom pra saúde.

Em tempo, estou adorando meu curso de desenho.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Selfie à moda antiga


O resultado, claro, saiu em preto e branco, meio pro sépia...


segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Anúncios de roupa

Desenhos feitos a bico de pena como parte de uma propaganda de roupas em A Estação, revista ilustrada carioca, de 1891. Clique na figura para ver em tamanho maior.





sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Graphic Novels

Graphic Novels, ou Narrativas Gráficas, em português do Brasil, ou ainda Bandas Desenhadas, no português da matriz. 

Acabei de ler essas aqui e gostei bastante. Para quem curte o gênero ou quer conhecer, recomendo. Tem policial, romance, história, auto-biográficos, enfim, tem pra todo gosto.








sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Um sítio que nem as poucas pessoas que o visitam leem o conteúdo

O sistema que gerencia o Blogger, essa plataforma que uso para manter o Sítio, me fornece estatísticas sobre número de acessos, de onde proveem etc. Olhei hoje por curiosidade e constatei que mais da metade das pessoas que passaram por aqui nesta semana não entenderam p... nenhuma do que escrevi.

O que isso significa eu não tenho a mínima ideia.


sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Denúncia

Ontem, 31 de agosto, foi o Dia do Nutricionista. Descobri que ao invés de ganhar de presente brócolis, tofu e granola, eles ganham bombons, conforme pode ser atestado pela chocante imagem deste post.


quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Fui comprar um tênis hoje e, no caixa, pedi o tradicional desconto. A mocinha precisou chamar o chefe:
- Gê!
Pensei que era um apelido carinhoso para "Gerente". Ledo engano. Quando ele chegou, vi o nome no crachá:
GENISCLEY

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Estudo estereótipos

Punk



Emo


Hippie


Mecânico gordo e nojento





terça-feira, 8 de agosto de 2017

Ti-ti-tirinha


terça-feira, 1 de agosto de 2017

Mestre em apuros


quarta-feira, 19 de julho de 2017

Vida de aposentado 1


segunda-feira, 17 de julho de 2017

Tirinhas - Nova temporada


Há pouco mais de um ano, o site que eu usava para desenhar tirinhas (Bitstrips) saiu do ar, me deixando órfão e com duas mãos esquerdas. Mas, como dizem por aí, uma chacoalhada sempre ajuda a gente a sair do lugar. Então, resolvi aprender a desenhar para poder fazer as tirinhas eu mesmo.





Pois bem, missão dada é missão cumprida, matriculei-me na Escola Oficina, aqui em São Bernardo, no início deste ano, e estou me divertindo mais do que nunca. Na semana passada até participei de uma exposição de alunos.





Ainda tem muito chão pela frente. Me aguardem!

terça-feira, 11 de julho de 2017

O escultor - Scott McCloud


Para quem curte uma boa graphic novel



domingo, 9 de julho de 2017

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Mau exemplo

Um flagrante mau exemplo. O ideal é trocar pelo menos uma vez por dia.


quinta-feira, 29 de junho de 2017

As voltas que o mundo dá

Há dez anos:
- Boa aula, filho!
- Bom trabalho, pai!

Hoje:
- Bom trabalho, filho!
- Boa aula, pai!

segunda-feira, 19 de junho de 2017

O apanhador no campo de centeio, J. D. Salinger

Por que nunca havia lido esse livro? Por que? Por que? 

Resolvi ler depois de, por coincidência, ter lido dois livros que faziam referência a ele.

Um deles é Herege, de Leonardo Padura, em que um dos personagens principais volta e meia reclamava do sacana do Salinger, que havia escrito um único romance em sua vida.

O outro foi um livro chamado A arte de quadrinizar, de Ivan Brunetti, onde ele propõe resumir um livro em um único quadrinho e dá como exemplo O apanhador no campo de centeio. Veja o resultado abaixo:




É muito bom. Recomendo.

domingo, 11 de junho de 2017

Brindes

São Bernardo do Campo, 2 de junho de 2017

Prezados amigos do CREA,

Acuso o recebimento na data de ontem do valioso mimo que vocês me enviaram. O calendário de 2017 ficou muito bonito na minha mesa!

Outrossim, gostaria de sugerir uma redução de custo para o ano que vem, imprimindo o calendário apenas a partir de junho, proporcionando uma economia de aproximadamente 42%!

Sem mais para o momento, subscrevo-me atenciosamente e reitero os meus mais elevados protestos de estima e consideração.

Edison


terça-feira, 23 de maio de 2017

Primeiras tirinhas

Dos arquivos da minha mãe, minhas primeiras tirinhas:





sexta-feira, 12 de maio de 2017

Amigos e inimigos imaginários

A passagem da fase criança para a adolescência mais ou menos coincide com a substituição dos nossos amigos imaginários pelos inimigos imaginários.

Montes deles. São tantos, que passamos o resto da nossa vida adulta combatendo-os.

Ao longo dos meus quase 60 anos, dei cabo de vários deles. Isso me deixa muito leve e feliz, mas a luta continua.

A propósito, antes mesmo de completar os 60, usufruí esta semana, pela primeira vez, o direito de ser um sexagenário: tomei a vacina da gripe "de grátis".

terça-feira, 25 de abril de 2017

First Lady of Song

Ella Fitzgerald completaria hoje, 25/04/2017, 100 anos. Completaria não, completa. Ella é imortal.



segunda-feira, 24 de abril de 2017

2 Irmão


São 2 irmão salgados ou 2 irmão analfabetos? Na dúvida, passei longe.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

A voz do dono e o dono da voz


quinta-feira, 13 de abril de 2017

Como um deputado

Fui comprar um purificador de água para minha casa. Custava R$ 799. Perguntei se haveria algum desconto para pagamento a vista e o vendedor me disse que não, mas me daria 5% se eu pagasse em dinheiro em vez do cartão.

O desconto correspondente ao valor de uma pizza me fez ir até o caixa eletrônico para sacar o dinheiro. Cheguei na loja com o bolinho de notas e efetuei o pagamento. 

Me senti como um deputado ou senador, desses corruptos, que faz suas compras em dinheiro vivo. Estranha sensação essa.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Lista do Fachin

Pergunta a você, que está entre os oito ministros, 24 senadores, 39 deputados e três governadores da lista do Fachin:

"Quem vai pedir afastamento do cargo até a conclusão do inquérito põe o dedo aqui!"

terça-feira, 11 de abril de 2017

Protesto de Úberes


Um infame protesto!

sábado, 8 de abril de 2017

Rato

Um comovente e impressionante relato de um sobrevivente polonês do campo de concentração de Auschwitz. 

Art Spiegelman, um quadrinista americano, reproduz a história vivida por seus pais durante a II Guerra Mundial, desde a invasão alemã até a libertação final, passando por inúmeros episódios de fuga e sua improvável sobrevivência. A história é contada pelo pai dele e, paralelamente às histórias da guerra propriamente ditas, trata também da difícil relação entre o autor e seu pai.

“Maus”, em alemão, significa “rato”, que era o tratamento que os alemães dispensavam aos judeus. A partir daí, o autor desenha seus personagens caracterizados de animais: os judeus são mostrados com rostos de ratos, os alemães como gatos e assim por diante.

Recomendo. Para ler e reler.






quarta-feira, 1 de março de 2017

A minha terra dá mixirica







































Essa inusitada cena da galera colhendo mixirica em plena rua me lembrou aquela velha música de Noel:

A minha terra dá banana e aipim,
Meu trabalho é achar
Quem descasque por mim.
Vivo triste mesmo assim...

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Parabéns, Jazz! 100 anos de gravações!

Hoje, 26/02/2017, é um dia muito importante para os apreciadores da música de Jazz. Há exatos 100 anos foi realizada a primeira gravação desse gênero.



Até hoje ninguém conseguiu definir exatamente em que ano o Jazz começou ou mesmo quando associaram a palavra jazz a um tipo "específico" de música, provavelmente nem é possível isso, visto ser a música de Jazz o produto da evolução e transformação de várias outras vertentes no final do século XIX - vide abaixo:


Apesar da música de Jazz ter um pezinho na Europa, é lícito dizer que a sua maior influência vem da música afro-americana (blues, cantigas de trabalho, gospel etc.).

Originária da região de New Orleans, migrou rapidamente para New York e Chicago no início do século XX, principalmente por causa das más condições para os músicos negros (e não só os músicos) no sul do país e, é claro, pelas grandes oportunidades que as cidades grandes oferecem com sua fome de novidades.

Paradoxalmente, no entanto, sua primeira gravação não seria registrada por músicos negros, e sim pela Original Dixieland Jazz Band (grafada no rótulo do disco como "Jass"), toda composta por músicos brancos.


Note que a música foi rotulada como um Fox Trot, na falta de classificação melhor à época. 

Ouçamos as gravações:

Lado A: "Livery Stable Blues"


Lado B: "Dixie Jazz Band One Step"



O álbum, gravado pela Victor Talking Machine Co., foi um tremendo sucesso, tendo vendido cerca de 1.000.000 de cópias, um número bastante expressivo nos dias de hoje, imagina há 100 anos! Colocou o Jazz no mapa da música norte-americana.

E para comemorar em alto nível, um "Parabéns a Você" em ritmo de Jazz!








segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Aproveitando o terreno

- Eu quero fazer um campo de futebol, mas queria aproveitar o máximo possível do terreno, pode ser?
- Claro, doutor, deixa comigo!



domingo, 5 de fevereiro de 2017

Tadinho do carneiro...



Como se já não fosse ruim o bastante ser capado, fizeram-lhe uma lipoaspiração...

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Pinto

O Pinto foi um carro pequeno lançado no mercado americano na década de 60, que, por motivos óbvios, nunca chegou ao Brasil. Ainda mais se viesse acompanhado pela propaganda abaixo...




segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Homenagem

Eu queria muito saber que m... fizeram esses caras para serem "homenageados" com seus nomes em penitenciárias... ou, o que passa pela cabeça dos legisladores para fazer uma "homenagem" assim?


sábado, 14 de janeiro de 2017

Tirando a barba...

... aos poucos


quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Torneira anti-social... xi, escapou!


quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Arquitetura mista...

Mistura de Gaudi com Picasso


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Tabuleiro

Acho simpática a ideia de colocar tabuleiros em praças públicas. Não obstante (sempre quis usar essa palavra), fica aqui minha humilde sugestão para melhorar esse equipamento comunitário: alinhar o tabuleiro com os banquinhos. Pode ajudar a prevenir dor nas costas.













Related Posts with Thumbnails